Formigacast

Informações:

Sinopse

O FormigaCast é o podcast semanal do site Formiga Elétrica, dedicado ao universo da cultura pop geral! Cinema, quadrinhos, séries e muito mais, em um papo descontraído, mas com conteúdo!

Episódios

  • Mad Men - FormigaCast 151

    23/07/2021 Duração: 01h57min

    Acesse a página e contribua com a nossa campanha no APOIA.se: apoia.se/formigaeletrica Acesse nosso SITE: goo.gl/hDQkSw / FACEBOOK: goo.gl/3mGhfd TWITTER: bit.ly/2Jxx9Ba INSTAGRAM: bit.ly/2KXJf8s Entre as grandes séries que marcaram o início do século XXI, Mad Men com certeza tem um lugar de destaque, e por diversos motivos. Iniciada em 2007, depois de um longo percurso criador Matthew Weiner para vender essa ideia, ela apresentou mais um protagonista perturbado para o público, na figura de uma epítome do sonho americano, mas que não encontrava sua própria felicidade básica: Don Draper. O mundo da publicidade, durante os conturbados anos 1960, serviu como metáfora para as mentiras que contamos para os outros e para nós mesmos, criando estudos de personagens. Weiner trouxe sua bagagem como roteirista de Família Soprano, onde absorveu o modus operandi de David Chase como showrunner. Deu resultado e Mad Men é uma joia televisiva, perfeita nos mínimos detalhes, valorizada por um casting dos mais inspirados e p

  • Quadrinhos Digitais - FormigaCast 150

    09/07/2021 Duração: 02h07min

    Acesse a página e contribua com a nossa campanha no APOIA.se: apoia.se/formigaeletrica Acesse nosso SITE: goo.gl/hDQkSw / FACEBOOK: goo.gl/3mGhfd TWITTER: bit.ly/2Jxx9Ba INSTAGRAM: bit.ly/2KXJf8s Todas as mídias sofrem com a concorrência de outras que se apresentam como mais modernas ou atrativas em um primeiro olhar. Isso desde sempre e, para confirmar, é só pesquisar o quanto o Cinema batalhou contra a TV, que vinha tirando seu público, e o posteriormente com o estouro do home video. Com os Quadrinhos tem sido a mesma coisa, com vários agravantes no meio do caminho. Há décadas a grande indústria de HQ's sofre com perda de público e um dos principais fatores é a comparação com videogames, por exemplo. Nessa frente, os Quadrinhos digitais seriam a solução, em termos de difusão e barateamento dos produtos? É uma discussão complicada, mas HQ's em formato digital estão aí, lentamente se sedimentando como opção para uma série de leitores e para criadores independentes. O assunto vai longe, pois temos gente fam

  • Indiana Jones e Os Caçadores da Arca Perdida - FormigaCast 149

    25/06/2021 Duração: 01h34min

    Acesse a página e contribua com a nossa campanha no APOIA.se: apoia.se/formigaeletrica Acesse nosso SITE: goo.gl/hDQkSw / FACEBOOK: goo.gl/3mGhfd TWITTER: bit.ly/2Jxx9Ba INSTAGRAM: bit.ly/2KXJf8s Fazendo quarenta anos em 2021, o filme que apresentou Indiana Jones ao mundo envelheceu muito bem. Não apenas a inauguração de uma franquia de sucesso, Os Caçadores da Arca Perdida estabeleceu o nome de Steven Spielberg como referência em entretenimento e mostrou que pode haver genialidade na produção de um blockbuster descompromissado. Trazendo alusões ao cinema clássico, além de inspirações dos quadrinhos de Carl Barks e Hergé, a narrativa alcançou seu objetivo na atmosfera nostálgica e no ritmo bem dosado da aventura, embalada com uma das trilhas sonoras mais famosas de todos os tempos. Com todas essas particularidades, a estreia de Indiana Jones nas telas criou um padrão de estrutura que os filmes seguintes seguiram à risca. Como apresentação de um novo personagem naquele momento, é impecável e traz muitos out

  • A origem da Image Comics - FormigaCast 148

    11/06/2021 Duração: 01h51min

    Acesse a página e contribua com a nossa campanha no APOIA.se: apoia.se/formigaeletrica Acesse nosso SITE: goo.gl/hDQkSw / FACEBOOK: goo.gl/3mGhfd TWITTER: bit.ly/2Jxx9Ba INSTAGRAM: bit.ly/2KXJf8s No final de 1991, Todd McFarlane, Jim Lee, Rob Liefeld, Erik Larsen, Marc Silvestri, Jim Valentino e Whilce Portacio se juntaram para chacoalhar o mercado de Quadrinhos. Ali surgia a Image Comics, com desenhistas que eram estrelas na Marvel, mas estavam cansados ou descontentes pelo tratamento dado aos criadores. Assim, um selo editorial que respeitaria a propriedade dos autores foi criado, em um modelo de negócios até então sem precedentes. Não faltou quem dissesse que não duraria, mas sobreviveu aos anos 90 e se reinventou no catálogo diverso que encontramos hoje. As deficiências nas primeiras histórias eram evidentes, tanto em termos de roteiro quanto nas polêmicas "liberdades" tomadas na anatomia humana. Fora isso, o sucesso da empresa criou uma fórmula que era imitada pela concorrência, em um dos momentos mai

  • 30 anos de O Silêncio dos Inocentes - FormigaCast 147

    28/05/2021 Duração: 02h01min

    Acesse a página e contribua com a nossa campanha no APOIA.se: apoia.se/formigaeletrica Acesse nosso SITE: goo.gl/hDQkSw / FACEBOOK: goo.gl/3mGhfd TWITTER: bit.ly/2Jxx9Ba INSTAGRAM: bit.ly/2KXJf8s Em 1991, cinéfilos e fãs de terror/suspense foram pegos de surpresa com um filme que apresentou um dos grandes psicopatas do cinema, alavancando a carreira de Anthony Hopkins como o sinistro Hannibal Lecter. Este, aliás, ocupando um lugar de co-protagonista na trama, enquanto auxiliava de forma ambígua a jovem agente do FBI Clarice Starling, em uma boa performance de Jodie Foster. A adaptação do romance de Thomas Harris, dirigida por Jonathan Demme, se destaca por inúmeros detalhes, sejam eles conceituais / psicológicos ou visuais, em uma condução narrativa segura. A busca pelo serial killer Buffalo Bill, o verdadeiro vilão, é o objetivo principal, mas se torna uma ferramenta de estudo de personagem(ns) em uma intrincada trama de amadurecimento que traz inúmera sutilezas. É exatamente isso que faz de O Silêncio do

  • Street Fighter II - FormigaCast 146

    14/05/2021 Duração: 01h48min

    Acesse a página e contribua com a nossa campanha no APOIA.se: apoia.se/formigaeletrica Acesse nosso SITE: goo.gl/hDQkSw / FACEBOOK: goo.gl/3mGhfd TWITTER: bit.ly/2Jxx9Ba INSTAGRAM: bit.ly/2KXJf8s Em 1991, o mundo dos arcades foi sacudido pela chegada da continuação de um jogo pouco celebrado da Capcom. Street Fighter começa seu caminho em 1987, com uma jogabilidade travada, apesar de algumas novidades interessantes. Entre elas, três botões de soco e três de chute, mas isso pouco chamou atenção na época. Quatro anos depois, Street Fighter II refinou o sistema, apresentando uma jogabilidade muito mais fluida e permitindo que jogador escolhesse entre oito lutadores, algo notável para a época. Trazendo poucos personagens do jogo original, a equipe desenvolvedora caprichou em um novo elenco dos mais curiosos, mas muito carismático. Três décadas depois e várias versões posteriores, a Street Fighter II original ainda é lembrada com carinho por fãs da época e os que vieram depois. Muita gente que não é próxima dos

  • Star Trek: Deep Space Nine - FormigaCast 145

    30/04/2021 Duração: 02h17min

    Acesse a página e contribua com a nossa campanha no APOIA.se: apoia.se/formigaeletrica Acesse nosso SITE: goo.gl/hDQkSw / FACEBOOK: goo.gl/3mGhfd TWITTER: bit.ly/2Jxx9Ba INSTAGRAM: bit.ly/2KXJf8s Em 1993, Star Trek já lançava seu segundo spin off, momento em que a bem sucedida Nova Geração já preparava sua transição para o cinema. Assim, Deep Space Nine estreou com vários obstáculos para aceitação do público em geral. O primeiro era a inevitável comparação com a anterior, o segundo a evidente mudança de tom para algo bem mais sombrio e confinado à estação espacial que dá nome à série. Porém, se esses são os principais, ela ainda teve que lidar com a comparação em cima de outra série fora da franquia que lidava com uma temática similar e foi produzida simultaneamente. Nada menos que Babylon 5. Porém, Star Trek: Deep Space Nine seguiu em suas sete temporadas, trazendo um contraponto à utopia de Gene Rodenberry. Protagonizada pelo austero Benjamin Sisko, oficial da Frota Estelar que criava seu filho sozinho e

  • Mudei de opinião... - FormigaCast 144

    16/04/2021 Duração: 02h20min

    Acesse a página e contribua com a nossa campanha no APOIA.se: apoia.se/formigaeletrica Acesse nosso SITE: goo.gl/hDQkSw / FACEBOOK: goo.gl/3mGhfd TWITTER: bit.ly/2Jxx9Ba INSTAGRAM: bit.ly/2KXJf8s Fora daquela área tão específica que a gente chama de memória afetiva, ou seja, aqueles filmes que a gente viu quando era pequeno e continua adorando apesar da qualidade discutível, existem casos em que a gente só muda de opinião. Isso mesmo, pois estamos falando daqueles filmes que vimos já com discernimento e gostamos, mas depois de uma revisão ou mais, acabamos mudando nossa opinião por qualquer motivo. Claro que o inverso também pode acontecer e é isso que a gente discute neste programa.  O que vale aqui é discutir aqueles momentos em que o tempo passa e nos perguntamos: "Por que eu gostei disso, afinal?". Às vezes, é puro auto engano e a gente se força a gostar de algo, mas essa disposição acaba em algum momento. Porém, existem muito mais motivos e as variações deste assunto são maiores do que parece. E olha

  • Snyder Cut & O poder da montagem | Formigacast 143

    02/04/2021 Duração: 02h04min

    Acesse a página e contribua com a nossa campanha no APOIA.se: apoia.se/formigaeletrica Acesse nosso SITE: goo.gl/hDQkSw / FACEBOOK: goo.gl/3mGhfd TWITTER: bit.ly/2Jxx9Ba INSTAGRAM: bit.ly/2KXJf8s Zack Snyder passou por maus bocados trabalhando com os heróis da DC no cinema. O Homem de Aço não teve o desempenho esperado e Batman Vs. Superman foi massacrado por uma boa parte dos fãs, depois de várias imposições da Warner para o filme. Com a concorrente Marvel se dando bem nas telas, o estúdio resolveu rejeitar sua visão para a Liga da Justiça e chamou Joss Whedon para terminar o filme às pressas, suavizando o tom que vinha caracterizando os filmes da DC. Assim, em 2017, os fãs receberam algo bastante decepcionante em algo que se pretendia um grande épico super-heróico. Amargando uma tragédia pessoal, Snyder retirou-se e reapareceu na internet começando uma onda que os fãs abraçaram. Os pedidos do público, para que a Warner fizesse um relançamento de Liga da Justiça como seu diretor original queria, acabaram

  • Gekiga: gênero, movimento ou ideia? | FormigaCast 142

    19/03/2021 Duração: 02h05min

    Acesse a página e contribua com a nossa campanha no APOIA.se: apoia.se/formigaeletrica Acesse nosso SITE: goo.gl/hDQkSw / FACEBOOK: goo.gl/3mGhfd TWITTER: bit.ly/2Jxx9Ba INSTAGRAM: bit.ly/2KXJf8s Existe uma parcela considerável de leitores que aprecia mangás de vários tipos, mas, quando o assunto é Gekiga, fica um pouco mais difícil delimitar as preocupações estéticas e conceituais do movimento. E será que é mesmo um movimento? Ou seria um gênero em si? Com poucas obras publicadas em nosso país, a dificuldade em torno dessa classificação aumenta. O termo pode ser traduzido como figuras dramáticas, e foi utilizado pela primeira vez no fim da década de 1950 por Yoshihiro Tatsumi, fazendo um caminho semelhante ao que Will Eisner faria depois com a expressão graphic novel, servindo para indicar obras com maior densidade conceitual. É claro que o caminho da arte sequencial no Oriente tem suas particularidades bem específicas, que devem ser levados em consideração, mas existe muita confusão em meio as terminolog

  • Choque ou conceito? | FormigaCast 141

    05/03/2021 Duração: 01h55min

    Acesse a página e contribua com a nossa campanha no APOIA.se: apoia.se/formigaeletrica Acesse nosso SITE: goo.gl/hDQkSw / FACEBOOK: goo.gl/3mGhfd TWITTER: bit.ly/2Jxx9Ba INSTAGRAM: bit.ly/2KXJf8s O que não falta é filme com cenas chocantes, não é mesmo? Daquele tipo que as pessoas discutem sem parar, falando sobre como tal coisa foi agressiva, como causou mal estar e por aí vai. Convenhamos que a violência, sexo e escatologia de todos os tipos podem ser intrínsecos ao tipo de história contada, criando a necessidade de aparecerem na tela, porém, é claro que não é sempre que isso é bem utilizado. E mesmo sobre essa utilização, algumas pessoas podem discordar entre si sobre isso, o que é normal. Por isso, nos juntamos aqui para dar nossas impressões sobre o assunto. Não foi só terror que entrou na pauta, já que existem outros casos extremos de incômodo na plateia, como Irreversível, de Gaspar Noé. Falamos de vários exemplos aleatórios de choques, que, inclusive, não necessariamente envolvem violência ou sexo,

  • O Monstro do Pântano de Alan Moore - FormigaCast 140

    19/02/2021 Duração: 01h48min

    Acesse a página e contribua com a nossa campanha no APOIA.se: apoia.se/formigaeletrica Acesse nosso SITE: goo.gl/hDQkSw / FACEBOOK: goo.gl/3mGhfd TWITTER: bit.ly/2Jxx9Ba INSTAGRAM: bit.ly/2KXJf8s Em 1984, o então jovem Alan Moore já havia chamado atenção da indústria dos Quadrinhos e dos fãs. Afinal, V de Vingança fez barulho na Warrior, Miracleman já estava para sair nos EUA e ainda havia sua passagem pela lendária 2000 AD. Nada mais natural que a DC, se reinventando naquele momento, o procurasse oferecendo um título à beira do cancelamento, dando total liberdade ao roteirista. O Monstro do Pântano (Swamp Thing) parecia perfeito para o britânico mostrar ao mundo que os Quadrinhos comerciais também podiam trazer conteúdo de alto nível. Personagem de escalão inferior, com uma série cancelada e uma retomada que também ia mal das pernas, o Monstro do Pântano tinha uma origem genérica e Moore tinha carta branca até se quisesse descartar tudo e recomeçar. Não quis, preferindo amarrar uma das maiores reformulaçõ

  • Ideia Boa, Execução Ruim - FormigaCast 139

    05/02/2021 Duração: 01h56min

    Acesse a página e contribua com a nossa campanha no APOIA.se: apoia.se/formigaeletrica Acesse nosso SITE: goo.gl/hDQkSw / FACEBOOK: goo.gl/3mGhfd TWITTER: bit.ly/2Jxx9Ba INSTAGRAM: bit.ly/2KXJf8s É muito frustrante quando uma boa ideia é desperdiçada no cinema, não é mesmo. Pode ser por conta de um bom argumento que se tornou um roteiro capenga, ou mesmo falta de recursos ou interferência do estúdio, mas também acontece dos profissionais envolvidos não terem a capacidade necessária. Como a discussão sobre qualidade fílmica vai além do simples "gostei" ou "não gostei", resolvemos aqui comentar sobre alguns exemplos deste tipo de empreitada que dá um pouco errado passado o estágio inicial. Bem, na verdade, falamos aqui também do que deu muito errado. Como era difícil chegar a um acordo sobre a delimitação dessas produções, resolvemos misturar tudo e falar à vontade. Portanto, filmes que jogaram fora uma premissa interessantíssima já no roteiro final, como O Enigma do Horizonte são obrigatórios, mas não deixa

  • As adaptações de Elric - FormigaCast 138

    22/01/2021 Duração: 01h45min

    Acesse a página e contribua com a nossa campanha no APOIA.se: apoia.se/formigaeletrica Acesse nosso SITE: goo.gl/hDQkSw / FACEBOOK: goo.gl/3mGhfd TWITTER: bit.ly/2Jxx9Ba INSTAGRAM: bit.ly/2KXJf8s Já falamos bastante em textos e até em vídeo sobre Michael Moorcock e sua genial criação, Elric de Melniboné. Este ícone da Fantasia no subgênero Espada e Feitiçaria merece seu lugar de destaque neste panteão, e, por isso mesmo, já foi diversas vezes levado aos Quadrinhos sob a batuta de vários roteiristas e artistas, com resultados bem diferentes. Por isso mesmo, nada melhor que comentar esses momentos do personagem fora de sua mídia original, então comentamos aqui as adaptações de Elric. Aparecendo pela primeira vez como "convidado" em ua HQ de Conan, na fase de Barry Windsor-Smith, um momento não tão memorável, o príncipe albino teve sua majestosa imagem devidamente retratada na década seguinte. Com os roteiros de Roy Thomas e artistas do calibre de Michael T. Gilbert e P. Craig Russell, Elric passou por várias

  • Os livros que lemos em 2020 - FormigaCast 137

    08/01/2021 Duração: 01h32min

    Acesse a página e contribua com a nossa campanha no APOIA.se: apoia.se/formigaeletrica Acesse nosso SITE: goo.gl/hDQkSw / FACEBOOK: goo.gl/3mGhfd TWITTER: bit.ly/2Jxx9Ba INSTAGRAM: bit.ly/2KXJf8s Continuando nosso programa anterior, o primeiro FormigaCast de 2021 traz nossos comentários sobre o que consumimos de Literatura em geral no ano passado. Muita coisa legal e variada, que trouxe um pouco de alívio para o período difícil de quarentena. Ficção científica, fantasia, livros teóricos, biografias e muito mais foi abordado neste bate-papo largado em que a gente recomenda muita coisa legal para vocês irem atrás. Sem mais delongas, dá um play aí para conferir o que Daniel, Gustavo e Raphael tinham na manga. Anote, procure e depois diga aí o que achou. Tem algo a dizer sobre os livros que leu em 2020? Pode ficar à vontade para nos escrever para lermos sua mensagem no FormigaMail.  Quer discordar da gente de forma veemente e furiosa? Fique à vontade para nos dizer. Conte para nós o que achou deste programa e

  • O que assistimos/lemos em 2020 - FormigaCast 136

    18/12/2020 Duração: 01h52min

    Acesse a página e contribua com a nossa campanha no APOIA.se: apoia.se/formigaeletrica Acesse nosso SITE: goo.gl/hDQkSw / FACEBOOK: goo.gl/3mGhfd TWITTER: bit.ly/2Jxx9Ba INSTAGRAM: bit.ly/2KXJf8s O difícil ano de 2020 está chegando ao fim e as inevitáveis retrospectivas dos último doze meses pipocam pela Internet. Com nosso podcast não poderia ser diferente, reunidos aqui para comentar o que houve de bom e não tão bom dentro do cenário de filmes, séries e  HQ's. Claro que as complicações da pandemia afetaram não apenas a indústria, como também a percepção e a rotina do público, criando um cenário único e inesperado. A conversa foi uma oportunidade, inclusive, de reavaliar todo esse período como um todo. Em matéria de Cinema, como todo mundo sabe, foram pouquíssimos lançamentos, muitos adiamentos e muita incerteza no ar. Sem nos importarmos com discussões sobre o futuro da Sétima Arte, já que tudo até aqui é pura especulação, falamos sobre o que vimos de bom e também o que não gostamos. Tenet, de Christophe

  • Abyssal - Terror das Profundezas | FormigaCast 135

    04/12/2020 Duração: 01h19min

    Acesse a página e contribua com a nossa campanha no APOIA.se: apoia.se/formigaeletrica Acesse nosso SITE: goo.gl/hDQkSw / FACEBOOK: goo.gl/3mGhfd TWITTER: bit.ly/2Jxx9Ba INSTAGRAM: bit.ly/2KXJf8s Não custa lembrar. Várias narrativas clássicas de Terror estão um tanto datadas hoje, por conta de estarem atreladas a um imaginário específico que já se desvaneceu. Por exemplo, histórias que dependiam dos mistérios do oriente, no fim do século XIX, arrepiavam os ocidentais, mas hoje nem tanto. Evidentemente, isso tem a ver com a exploração dos territórios mais isolados do globo, que deixaram pouca coisa para as mentes impressionáveis. Ainda assim, existem ainda áreas do planeta onde o ser humano não foi muito longe, exploradas na antologia Abyssal - Terror das Profundezas, da Lura Editorial. Organizada pela também escritora J. C. Gray, a edição conta com a participação de um dos editores do Formiga Elétrica, Gustavo "Clive" Rodrigues, que conduziu o papo ao lado dela e dos representantes da editora. Já deu para

  • Afinal, O Que Nos faz Rir? | FormigaCast 134

    20/11/2020 Duração: 02h02min

    Acesse a página e contribua com a nossa campanha no APOIA.se: apoia.se/formigaeletrica Acesse nosso SITE: goo.gl/hDQkSw / FACEBOOK: goo.gl/3mGhfd TWITTER: bit.ly/2Jxx9Ba INSTAGRAM: bit.ly/2KXJf8s Comédias são apreciadas por todo mundo, certo? Tudo bem, mas nem todo mundo concorda sobre algo ser engraçado ou não. Essa é um discussão que envolve contexto, culturas e mais uma série de outros fatores em um balaio com muito potencial para polêmica. Inclusive, claro, sobre os limites do humor no que se refere à escolha de temas. Exatamente por isso, nada melhor do que colocarmos isso na mesa e fazermos uma pergunta pertinente sobre  o que é engraçado, especificamente. Para isso, é preciso comentar os fundamentos da comédia, como extremo oposto do drama, ou da tragédia, na terminologia grega. Foi o que fizemos, mas é claro que houve espaço para muita descontração e citações de filmes que se saíram bem na tarefa de fazer rir e viraram clássicos. O nonsense do trio ZAZ, Monty Python e até mesmo o texto mais cerebra

  • A Filosofia dos Quadrinhos | FormigaCast 133

    06/11/2020 Duração: 01h54min

    Acesse a página e contribua com a nossa campanha no APOIA.se: apoia.se/formigaeletrica Acesse nosso SITE: goo.gl/hDQkSw / FACEBOOK: goo.gl/3mGhfd TWITTER: bit.ly/2Jxx9Ba INSTAGRAM: bit.ly/2KXJf8s É interessante pensar nas reações e expectativas do público que se deparar com esse tema em nosso podcast. Em uma primeira olhada, parece ser apenas uma conversa técnica sobre linguagem, que vai se debruçar em informações encontradas em livros teóricos, como Desvendando os Quadrinhos, de Scott McCloud, ou Quadrinhos e Arte Sequencial, de Will Eisner. Ainda que esses autores sejam citados, o objetivo do programa não foi nem de longe esse. E é exatamente aqui que vale ressaltar que a conversa foi sobre Filosofia dos Quadrinhos, e não nos Quadrinhos. E qual a motivação de uma pauta como essa? Simples. Os Quadrinhos, enquanto mídia, apesar dos avanços recentes na aceitação dentro dos meios sérios de estudos, ainda carece de mais legitimidade e investigações sobre o próprio meio, algo que vai muito além da análise da f

  • Versões alternativas do Superman - FormigaCast 132

    23/10/2020 Duração: 01h36min

    Acesse a página e contribua com a nossa campanha no APOIA.se: apoia.se/formigaeletrica Acesse nosso SITE: goo.gl/hDQkSw / FACEBOOK: goo.gl/3mGhfd TWITTER: bit.ly/2Jxx9Ba INSTAGRAM: bit.ly/2KXJf8s Com o sucesso da série The Boys, já com duas temporadas completas, é inevitável pensar em como o Homelander, ou Capitão Pátria, representa um Superman moralmente invertido. Os resultados são bem interessantes e rendem discussão sobre como o arquétipo original já foi retorcido e esticado para várias direções. Algo longe de ser novidade, é claro, e já era explorado até mesmo dentro da mitologia da DC, mas nem por isso menos interessante. Afinal de contas, o primeiro super herói de todos os tempos também é considerado o mais correto, o que traz mais apelo quando essa chave é virada na direção contrária. Um assunto que encontra um ponto de partida já na década de 1950, com a primeira versão do vilão Bizarro e, não muito depois, dentro do Multiverso DC, a apresentação do Sindicato do Crime, liderado pelo Ultraman. De l

página 1 de 8